Sexta-feira, 13 de Julho de 2007

Emir Kusturica

Emir Kusturica é um maestro do caótico. Ninguém como ele para saber conjugar tantas acções, personagens, figurantes, diálogos, efeitos sonoros e músicanuma única cena. É uma confusão, do princípio até ao fim, pautada pelo carpido de um acordeão que toca relutantemente uma valsa, ou por uma explosão bem no meio de um jardim zoológico ou pelo  arensar de um cisne que se viu transformado em toalha turca. E, no meio deste circo cacofónico , surge uma belíssima história.

O enredo principal, sempre muito dramático, decorre por entre estes cenários felinianos, fazendo com que o ridículo se entrelace com a tragédia e nós ficamos na dúvida se a situação é para rir ou para chorar. Mas não somos nós todos um bocadinho sádicos? A cena desenrola-se e acabamos por rir concluindo que nós, seres humanos, não somos assim tão lógicos como aparentamos e que não nos devemos levar muito a sério.

Talvez por isso Kusturica  elegeu o povo cigano como musa para os seus personagens. Porque entre a tragédia que é a vida, haverá sempre tempo para festejar, dançar ou casar-se. "Grande catástrofe!" pensa o trompetista enquanto, sem para de tocar, vê o chimpanzé armar um tanque de guerra.

 

Aqui deixo uma amostra de dois dos meus filmes preferidos :

 

"O Tempo dos Ciganos" - História que foca uma família de ciganos, que após terem ficado sem casa devido a uma explosão, confiam a sua filha a um amigo para este levá-la a um hospital para ser tratada a uma doença crónica que sofre nas pernas. Pouco depois, um dos irmãos da rapariga descobre que esta, afinal, foi vendida a um grupo de proxenetas que se dedica à prostituição infantil. O jovem herói segue a pista até Itália onde acaba por se envolver na vida do crime e tornando-se numa figura proeminente da máfia local.

 

"Underground " - Durante a Segunda Guerra Mundial, Belgrado é bombardeada pelas tropas Nazis. Marko e  Blaky , dois amigos de longa data,  ripostam à invasão alemã. Blaky , o mais destemido, torna-se um homem procurado sendo obrigado a esconder-se numa cave, juntamente com alguns  amigos e familiares. Neste local, os refugiados contribuem secretamente para a causa construindo armas que Marko usa para a defesa da pátria. No entanto a guerra acaba, o mundo vive de novo em paz, passam-se quinze anos e... na cave, acredita-se que a guerra continua enquanto Marko vive no exterior desafogado com o lucro da venda de armas.

 

Nos primeiros filmes, Kusturica deixou a banda a cargo de Goran Bregovic. Desde  "Gato Preto Gato Branco" a incumbência desta tarefa foi transferida para os No Smoking Orchestra do qual ele também faz parte.

 

publicado por ikaros às 15:33
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Terça-feira, 3 de Julho de 2007

Antoni Gaudi

Antoni Placid Gaudi  1852-1926

 

Lembro-me de ter visto um dia, quando criança, uma reportagem sobre a igreja da Sagrada Família em Barcelona. Não retive o nome, mas aquela construção estilo castelo de areia ficou-me na cabeça. Mais tarde, na secundária, tive de realizar um trabalho sobre a Arte Nova. Escusado será dizer que o nome de Antoni Gaudi veio à baila e, com ele, a maravilhosa obra da Sagrada Família. No entanto, e apesar de saber agora inserir a construção no seu contexto histórico e no seu estilo artístico, eu continuava pasmado perante tanta audácia (sim é esta a palavra). Parecia-me que aquele homem tinha vindo do futuro ou de outro planeta e chocava-me o facto de só muito tardiamente ter ouvido falar dele. E apetecia-me gritar a toda a gente: "Mas será que estão cegos?! Vejam!".

Alguns conhecidos meus, que seguiram entretanto o curso de arquitectura, qo referir-se o nome de Gaudi, não deixavam de esboçar um pequeno sorriso trocista seguido do comentário: " Sim mas...  Gaudi é mais escultura do que arquitectura." Desisti.

Na universidade, numa banca que se tinha instalado no átrio do bufete, decidi rebuscar uns trocos nos meus bolsos e comprar o livro da Tashen sobre Gaudi . Folhei-o e dirigi-me para um colega de turma. Seria agora que iria encontrar um par para o meu deslumbramento? Mostrei-lhe o livro e comentei: "É incrível como este homem teve coragem de criar umas coisas destas.". Resposta: " Mais incrível foi como houve uma câmara municipal com coragem de aprovar umas coisas destas.". Desisti.

Por vezes, alguns dos meus amigos passam pela Catalunha para ir ver arte. Relutante questiono: "E que tal?" (sempre à espera que haja alguém que se emocione com a obra ao vivo). Resposta: "Épa, o Guggenheim ... aquilo é espectacular!"

Não sei, há algo em Gaudi que insiste em ficar subvalorizado. Talvez sou eu que exagero. Ou talvez goste demasiado de Ficção Científica. Não sei. Parece que estou destinado a apostar na equipe errada. Depois lembro-me dos últimos dias de vida de Gaudi. Velho e cansado, decidiu investir os últimos esforços e dinheiros na conclusão da catedral da Sagrada Família. Esqueceu tudo, só aquilo importava. Descuidou a sua saúde e o seu aspecto nessa missão. Quando morreu atropelado por um eléctrico, julgou-se tratar de um vagabundo que por ali passava. Só no dia seguinte foi identificado: era de facto Antoni Gaudi , o homem que deu Barcelona ao mundo.

 

   

publicado por ikaros às 02:00
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito

.Os últimos 50:

. Pequena história infantil...

. Voltei com um novo espíri...

. Pequena história infantil...

. último post

. O cubo

. 11 de Abril

. A conspiração francesa

. Orlando

. Freya Stark

. Christiane F.

. A CENSURA

. O culto da cultura

. Forguette Mi Note

. Os profetas da desgraça

. Sidarta - Hermann Hesse

. Glam Rock

. Dogville

. Emir Kusturica

. Antoni Gaudi

. Italo Calvino

. Beck

. Papa Luna

. Terry Gilliam

. Friedrich Nietzsche

. Mestre Ambrósio

. Chico Buarque

. O Auto da Compadecida

. Mano Negra / Manu Chao

. A bonecada

. Sexo & Corn Flakes

. Gabriel Garcia Marquez / ...

. La Haine

. Jacques Brel

. Jean-Pierre Jeunet

. Marvel

. Penguin Cafe Orchestra

. The Cure

. Milan Kundera (A Insusten...

. Richard Scarry

. Monty Pythons

. Jogos para a carola

. Dark Cabaret

. Albert Camus

. Os heróis da TV

. Jan Saudek

. Stand by me

. A guerra do fogo

. Margarida e o Mestre

. Hedningarna

. Chapi Chapo

.A lista toda

Abril 2008 Março 2008 Fevereiro 2008 Janeiro 2008 Dezembro 2007 Novembro 2007 Julho 2007 Junho 2007 Maio 2007 Abril 2007 Março 2007

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds