Terça-feira, 29 de Maio de 2007

Marvel

Stan Lee apresenta:

OS HERÓIS MARVEL

 

Num belo um verão, foi-me dado o privilégio de escolher uma revista de banda desenhada para poder levar para a praia. Após uma pesquisa acérrima pelas estantes da livraria, deparei-me com um "Pacotão Marvel": promoção - 3 revistas a preço reduzido. O Incrível Hulk Nº 12, 13 e 14. Até então os super-heróis não contavam na minha lista de preferências, mas visto o preço aproveitei. Na primeira leitura fiquei fascinado: os desenhos de Sal Buscema pareciam-me os mais perfeitos que tinha visto até então, e as histórias eram mais complexas e realistas do que esperava. A partir deste momento, foi-se o descanso da minha mesada.

 

   

Duas revistas: a primeira que comprei (O Incrível Hulk nº 12)

e a minha preferida (Heróis da TV nº 71)

 

Passei anos a coleccionar as diversas revistas e assim acompanhei a saga dos X-men e o fatal destino de Fenix, o desfecho trágico da história entre o Demolidor e Elektra, a conturbada vida do Homem-aranha e os conflitos internos do Capitão América sobre a diferença entre justiça e lei. Outros vieram pelo caminho, mas são demasiados para os citar aqui.. Pelo meio estudei ao pormenor as artes de Jack Kirby, Jonh Romita JR., Mike Zeck, John Buscema, John Byrne, etc. Estes foram os meus primeiros mestres e a eles devo parte do meu desenvolvimento na área do desenho.

 

            

O trabalho de Frank Miller, John Byrne e Sal Buscema

 

Mais tarde, a Marvel introduziu um novo conceito: as Graphic Novels. Foi também o princípio do fim: os artistas queriam criar trabalhos mais independentes e aos poucos personalizaram os heróis ao ponto de os retirar dos contextos em que estavam inseridos. No entanto, as Graphic Novels foi uma revolução no que diz respeito à explosão criativa contida nos moldes muito rígidos de uma editora. Os seus impulsionadores foram Frank Miller e Bill Sienkiewicz. Este último já andava na minha mira devido ao trabalho desenvolvido com os heróis Manto e Adaga. (Creio que estes personagens serão os próximos a serem lançados no cinema).

 

  

A primeira Graphic Novel e a arte de Bill Sienkiewicz

 

De vez em quando ainda compro uma revista. Só para ver o que se passa. Mas eu já estou noutra.

publicado por ikaros às 22:06
link do post | comentar | favorito

.Os últimos 50:

. Pequena história infantil...

. Voltei com um novo espíri...

. Pequena história infantil...

. último post

. O cubo

. 11 de Abril

. A conspiração francesa

. Orlando

. Freya Stark

. Christiane F.

. A CENSURA

. O culto da cultura

. Forguette Mi Note

. Os profetas da desgraça

. Sidarta - Hermann Hesse

. Glam Rock

. Dogville

. Emir Kusturica

. Antoni Gaudi

. Italo Calvino

. Beck

. Papa Luna

. Terry Gilliam

. Friedrich Nietzsche

. Mestre Ambrósio

. Chico Buarque

. O Auto da Compadecida

. Mano Negra / Manu Chao

. A bonecada

. Sexo & Corn Flakes

. Gabriel Garcia Marquez / ...

. La Haine

. Jacques Brel

. Jean-Pierre Jeunet

. Marvel

. Penguin Cafe Orchestra

. The Cure

. Milan Kundera (A Insusten...

. Richard Scarry

. Monty Pythons

. Jogos para a carola

. Dark Cabaret

. Albert Camus

. Os heróis da TV

. Jan Saudek

. Stand by me

. A guerra do fogo

. Margarida e o Mestre

. Hedningarna

. Chapi Chapo

.A lista toda

Abril 2008 Março 2008 Fevereiro 2008 Janeiro 2008 Dezembro 2007 Novembro 2007 Julho 2007 Junho 2007 Maio 2007 Abril 2007 Março 2007

.links

.visitante nº

Web Counters

 

  

blogs SAPO

.subscrever feeds