Terça-feira, 27 de Março de 2007

Margarida e o Mestre

Mikhail Bulgakov

1891 - 1940

O diabo chega a Moscovo seguido do seu séquito infernal. Sob o nome de Woland o mágico, ele e os seus companheiros  Fagot , Behemot o gato, Azazzello , Hella e Abadonna estão prestes a transformar a capital Russa numa verdadeira cidade de loucos. Porquê? Primeiro porque é o demónio e tem poder para tal, e depois porque os intelectuais, nouveaus-riches , tecnocratas, e afins tornaram-se cépticos e ateus. Claro: se Deus não existe como poderá existir o diabo? E depois porque quer dar um baile às almas penadas na Sexta-feira Santa. Mas para isso necessita de uma rainha: Margarida. Esta, perdida de amores por um poeta incompreendido que se auto-apelida "o Mestre", vive desconsolada na sua bela mansão desde que o seu amor fugiu. Fugiu porque deu cabo da sua vida: escreveu um romance sobre  Pôncio Pilatos e Yeshua Ha-Notsri (Jesus) e os seus doutos colegas escritores não gostaram nem do assunto tratado nem do conteúdo. A única forma de Woland convencer Margarida a ir ao baile é resgatar o Mestre que está internado num hospício.

"Margarida e o Mestre" afasta-se muito dos romances a que a literatura russa nos tem habituado. Foi escrito ainda sob o jugo de Estaline, demorou mais de uma década a ser concebido e só foi foi finalizado após a morte do autor por Yelena Shilovskaya, a sua mulher. Até lá, Bugalkovf foi perseguido, preso e censurado inúmeras vezes  fazendo com que muitos dos manuscritos originais se tenham perdido ou destruído. O romance só viria a ver a luz do dia em 1967.

É uma comédia ou uma tragédia? Uma fábula metafísica ou uma história de amor? Ou bem uma simples crítica politico-social? Sim, é isto tudo. Afinal de contas, ainda são muitas páginas.

Colecção Mil Folhas
PÚBLICO

"O Mestre e Margarida" influenciou diversos artistas como: Salam Rushdie em "Os versículos satânicos"; os Rolling Stones em "Sympathy for the devil"; os Pearl Jam em "Pilate"; os Franz Ferdinand em "Love and destroy", York Höller na ópera "Der Meister und Margarita" e na banda desenhada de Christophe Bec e Richard Marazano em "Zero absolu".

 

E já agora, também este filme (desculpem a má qualidade):

publicado por ikaros às 18:20
link do post | comentar | favorito

.Os últimos 50:

. Pequena história infantil...

. Voltei com um novo espíri...

. Pequena história infantil...

. último post

. O cubo

. 11 de Abril

. A conspiração francesa

. Orlando

. Freya Stark

. Christiane F.

. A CENSURA

. O culto da cultura

. Forguette Mi Note

. Os profetas da desgraça

. Sidarta - Hermann Hesse

. Glam Rock

. Dogville

. Emir Kusturica

. Antoni Gaudi

. Italo Calvino

. Beck

. Papa Luna

. Terry Gilliam

. Friedrich Nietzsche

. Mestre Ambrósio

. Chico Buarque

. O Auto da Compadecida

. Mano Negra / Manu Chao

. A bonecada

. Sexo & Corn Flakes

. Gabriel Garcia Marquez / ...

. La Haine

. Jacques Brel

. Jean-Pierre Jeunet

. Marvel

. Penguin Cafe Orchestra

. The Cure

. Milan Kundera (A Insusten...

. Richard Scarry

. Monty Pythons

. Jogos para a carola

. Dark Cabaret

. Albert Camus

. Os heróis da TV

. Jan Saudek

. Stand by me

. A guerra do fogo

. Margarida e o Mestre

. Hedningarna

. Chapi Chapo

.A lista toda

Abril 2008 Março 2008 Fevereiro 2008 Janeiro 2008 Dezembro 2007 Novembro 2007 Julho 2007 Junho 2007 Maio 2007 Abril 2007 Março 2007

.links

.visitante nº

Web Counters

 

  

blogs SAPO

.subscrever feeds